Você Trabalha A Partir De Sua Casa? Você pode se Qualificar para a Dedução de Escritório em Casa (Estados Unidos)

Se utilizar parte de sua casa para negócios, é possível que você tenha direito a deduzir os custos do uso de sua casa para negócios. O IRS tem os seis seguintes requisitos para ajudá-lo a determinar se você qualifica para a dedução por escritório em casa.
1. Geralmente, para poder reclamar uma dedução de negócios pela sua casa, você deve usar parte de sua casa de maneira exclusiva e regular:
Como seu principal local de negócios, ou
Como um lugar para reunir-se ou lidar com pacientes, clientes ou usuários no curso normal de seus negócios, ou
Em qualquer conexão com sua atividade comercial ou negócio em que a porção para negócios de sua casa é uma estrutura independente, que não está anexada à sua casa.
2. Para um determinado uso do armazenamento, uso de aluguel ou uso como creche para o cuidado de crianças, você tem a exigência de usar a propriedade de forma regular, mas não exclusiva.
3. Geralmente, o valor que você pode deduzir depende do percentual de sua casa que é usado para negócios. Sua dedução para certas despesas limita-se com o seu rendimento bruto de negócios é menos do que o total de suas despesas de negócios.

4. Existem regras especiais para provedores de cuidados de crianças qualificados e para pessoas que armazenam inventário de negócio ou testes de produto.
5. Se você trabalha por conta própria, use o Formulário 8829, Despesas pelo Uso de Sua Casa para Negócios para o cálculo da dedução de escritório em casa e relatório dessas deduções no Formulário 1040 Anexo C, Ganho ou Perda de Negócio.
6. Se você é um empregado, regras adicionais são aplicáveis para reivindicar a dedução de escritório em casa. Por exemplo, o uso de negócios regular e exclusivo deve ser para o conforto de seu empregador.
Para mais informações, consulte a Publicação 587 do IRS, Uso de Casa para Negócios, disponível em www.IRS.gov ou ligando para o 800-829-3676.
Fonte:
Conselho Fiscal da receita federal 2012-49SP, 13 de março de 2012
http://www.irs.gov/Spanish/