Ranking das maiores economias do mundo 2017

Muito se fala que com Donald Trump como presidente dos Estados Unidos pode deixar de ser a maior potência económica mundial, cedendo a vaga em favor da China. Especialmente se acaba quebrando todos os tratados comerciais com o exterior e se concentra apenas em produzir para abastecer sua demanda interna.

Por outro lado, muitas vezes em Portugal temos um discurso pessimista, especialmente nos últimos tempos, e não sabemos muito bem o que pintar na economia a nível mundial. O Sabrías me dizer que lugar ocupamos no ranking das maiores economias do mundo? Provavelmente não.

Assim o mal vai poder tomar decisões de investimento com base no PIB Mundial e as expectativas de crescimento das principais potências econômicas do mundo. Que já sabe que é a base para o método de investimento mais simples para vagabundos e iniciantes. Então, vale a pena dar uma olhada no ranking das economias mundiais. Pode ser que te traga alguma surpresa.

Segundo os últimos dados publicados pelo Banco Mundial, os EUA é ainda longo a maior economia do mundo, com bastante diferença em relação a China.

É possível que a implementação de algumas das políticas anunciadas pelo senhor Trump, estrechen essa diferença com a China, que, por certo, não deixam de salirle céticos que questionam a veracidade de seus dados de crescimento.

O que sim sabemos é que hoje, nos EUA representa cerca da quarta parte do PIB Mundial, seguida da China a mais de dez pontos percentuais e, em terceiro lugar a mais de 18 pontos percentuais, chegaríamos ao Japão como você pode ver no gráfico abaixo.

As diferenças são enormes. De fato, Estados Unidos, conta, tanto quanto as economias de países como Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Índia, Itália, Brasil e Canadá. Um pouco mais atrás no ranking das economias mundiais, aparece Espanha. No número 14, representa um 1,62% sobre o PIB Mundial.

Pode ser que sejam uma insignificância em comparação com os de agora todo-poderosos americanos, mas podemos dizer que Portugal importa mais na economia Mundial que o México ou que todos os países nórdicos juntos e pouco ou nada nos separa da gigante Rússia. Mas também é verdade, que não somos mais a economia do que éramos antes do início da crise, quando estávamos no top ten das principais potências econômicas mundiais.

O certo é que algo mudou a foto das principais economias mundiais desde há dez anos atrás, com relação ao ranking das maiores economias do mundo em 2017. Mas a questão é: você vai continuar tudo igual os próximos dez anos? O que economias são as que mais contribuam para o PIB mundial? Quais são as economias em que você tem que olhar? Em quais países teriam que investir no futuro?

Ainda faltam anos para os EUA percam a sua liderança como principal potência econômica mundial. Mas as previsões económicas fixam, em 2030, como data chave em que pelo menos é de equilibrar as forças entre os EUA e a China. A ascensão da classe média no gigante asiático e o salto do país de economia em desenvolvimento para país desenvolvido, está por perto. E isso, evidentemente, se observará em seu peso no PIB mundial, com o passar dos anos.

Sim que é certo, é que em 2050, a China estará à frente do ranking das maiores economias do mundo. E isso vai mudar, em grande medida, a forma em que conhecemos o mundo desenvolvido.

Se falamos de economias de futuro a seguir, que podem ser oportunidades de futuro para o dia de amanhã, também não pode perder de vista, os chamados MINT. México, Indonésia, Nigéria e Turquia, escalarán posições e se consolidando como países de referência econômica. Portugal, no entanto, ele irá desaparecer das primeiras posições do ranking das economias mundiais, se nada remedia.

Se você investir no mundo, com, por exemplo, um ETF ou em um fundo que replica ou tentar bater o MSCI World, você já sabe do que países depende o momento da economia mundial e as notícias que afetam a que regiões, tem que se interessar.

Deixe um comentário