Querido Empreendedor: Dedique mais Tempo às suas Idéias e Delega

Para muitas pessoas nos Estados Unidos, especialmente para pessoas que pertencem a comunidades de imigrantes ou minoritárias, a chave do sucesso é ter o seu próprio negócio, ou procurar a forma de que seus lucros cresçam por meio da poupança e do investimento.
Em uma de minhas aulas de finanças pessoais conheci um aluno extremamente hábil no empreendimento. A curiosidade e inteligência de ele ter ajudado durante todos estes anos, criar diferentes empresas e ter ideias de muitas mais, mas, infelizmente, a maioria dessas idéias/empresas não chegaram a lhe permitir ter riqueza. A principal razão, ele tem a mente de um empreendedor.
Ao passo de 5 semanas ele me expôs o desenvolvimento de mais de 3 empresas, todas as quais soam como idéias que se desenvolvidas poderiam dar resultados, mas a possibilidade de se desenvolverem é muito curta, já que seu forte é criá-las, não desenvolvê-las. Isso nos passa a muitos empresários, não apenas a ele. Infelizmente eu tenho mais ideias que morreram sem ter nenhum fruto das quais posso dizer que deram resultado. E o que têm todos em comum é que eram boas ideias, mas não tinha a capacidade de reconhecer o tempo que tinha que dá.

A mente do empreendedor é como uma teia de aranha.
Há muito tempo que ouça a resposta do por que isso acontece, é por que eu tenho a mente de uma teia de aranha. Imagine a forma de uma teia de aranha constrói pouco a pouco a cada lado de sua rede, não se leva tempo apenas criando um lado, se não que, em breve, se muda para outra tarefa, outra idéia. Se a aranha tem sorte, pode chegar a parte anterior antes de algo que a destrua, ou que outro ramo lhe interessa mais para continuar a construir sua rede. É a natureza da aranha que o impede de se concentrar em apenas um lado de sua rede, tem que continuar procurando por todos os lados para esperar que a rede seja apropriadamente eficaz para pegar sua isca.
Sempre me conformo dizendo que eu sou assim por que eu estou esperando essa “idéia de um milhão”, da qual será o suficiente para justificar as outras idéias que não deram resultado só porque não lhes dedique o tempo de que precisavam. Há alguns anos decidi tomar um outro caminho, reconhecer que, como a teia de aranha, esta era a minha natureza, e por isso em vez de mudar a maneira que eu penso, teria que procurar a maneira de como compartilhar minhas idéias com outras pessoas que não eram como eu. Descobri que o meu trabalho é de criar, não de se desenvolver, de procurar a pessoa que lhe interessa a minha ideia e ajudar essa pessoa a ver o que eu vejo, e para que siga o caminho de desenvolver a empresa. E claro, que no final me de uma parte do desempenho.
A resposta é procurar a pessoa que te ajude.
Se você é como eu, e você sente que você tem muitas ideias na sua cabeça, mas, infelizmente, não faça possível desenvolvê-las todas, claro, por que só o dia tem 24 horas, o que você pode fazer é procurar a essa pessoa que seja seu complemento. Uma pessoa de confiança e dedicado, que possa desenvolver essa idéia que a sua mente lhe permite ver completamente desenvolvida, mas, ao mesmo tempo dedica mais prioridade a seguir com a próxima idéia. Planta as idéias e deixar que outra pessoa cuide de regar as plantas, já que você só não poderá regando-as, todas, todos os dias. Nossa mente pode fazer muitas coisas ao mesmo tempo, desde que todas estas coisas sejam tarefas simples, mas quanto mais complexas são as tarefas (como a de formar uma empresa), algo terá que ceder.
Será que aconteceu algo igual? O Que você fez para ser bem-sucedido/a com todas as suas idéias? Deixe seu comentário aqui, no Facebook ou Twitter.

Receba os Nossos artigos em sua caixa de correio electrónico. Junte-se a nossa comunidade, é grátis.

Nome

Endereço de email: