Quão importante é que o fluxo de financiamento para autônomos?

Não é nada de novo que conseguir financiamento para autônomos muitas vezes se transforma em um duelo muito complicado de vencer. Isto se deve, de um modo geral, que têm um perfil mais arriscado, por exemplo, que um funcionário público. Em troca, os autônomos, em Portugal, são um dos motores econômicos mais importantes. De fato, de acordo com um relatório elaborado pela organização de trabalhadores autônomos (ATA), durante o ano passado, os autônomos geraram 193 empregos por dia, o que se traduz em um total de 70.490 novos postos de trabalho. Este valor é suficientemente elevada para se saber que o grêmio precisa continuar a receber financiamento.
Quais são os fatores que influenciam a concessão de empréstimos para autônomos?
Já comentamos que, para qualquer pessoa que trabalhe por conta própria, pode ser difícil conseguir financiamento. De fato, quanto mais dinheiro precisamos, mais nos requisitos exigidos.
Além disso, no caso de ainda não tenhamos começado e, portanto, se ainda não dispomos de uma trajetória profissional e um histórico que demonstre o nosso nível de solvência, são reduzidas as opções de obter financiamento para autônomos.
Por este motivo, a seguir, mostramos a guia gratuito elaborada por especialistas do comparador financeiro Blog Economizando “Financiamento para novos autônomos”, com a qual podemos saber quais aspectos são mais relevantes na hora de decidir a pedir dinheiro para começar com nosso novo projeto e quais os produtos que existem no mercado atual.
Download do Guia: Financiamento para novos autônomos
Para baixar o único que temos que fazer é inserir o nosso endereço de e-mail, aceitar os termos, condições e da política de privacidade e a receberemos o instante em nossa caixa de entrada em formato PDF e sem nenhum tipo de spam.
Como você pode nos ajudar neste guia para obter financiamento para empreendedores?
Os objetivoss principais que criou este guia é facilitar, resumir e simplificar toda a informação necessária se quisermos obter capital para iniciar um novo projeto de trabalho. Em seguida, explicamos brevemente os aspectos mais destacáveis:
Em primeiro lugar, vamos explicar quais são os primeiros passos que devemos dar para solicitar o financiamento necessário para a nossa nova empresa. Ou seja, elaborar um plano de negócios, de forma adequada e saber o que n.os devemos incluir no mesmo.
Depois, oferecemos algumas dicas que nos ajudam a reconhecer a viabilidade do nosso projeto e a orientação necessária para saber que tipo de financiamento nos convém mais, com base em nossas necessidades.
Finalmente, mostramos quais são as opções atuais dos empresários para obter financiamento, ou seja, quais as entidades/empresas e créditos que temos ao nosso alcance e as características, vantagens e desvantagens de cada um deles.
Além disso, ao final da ferramenta, podemos encontrar diferentes ligações relacionadas com esta temática, que podem nos ser de grande ajuda para documentarnos ao máximo possível, e esclarecer qualquer dúvida que nos surge.

Deixe um comentário