Quantos anos demorou em média, os brasileiros em devolver um empréstimo de carro?

Segundo o último relatório da agência de califiación Moodys, os brasileiros demoramos mais de 60 meses para amortizar um empréstimo de carro, chegando a superar os 105 meses de financiamento, o que representa alongar o prazo até quase 9 anos. Este prazo se situa muito acima do que é registrado em países como França, Alemanha ou Reino Unido, onde o financiamento para compra de veículos não alcança os 48 meses. Além disso, o juro médio neste tipo de financiamento para automóveis é de 8,6 %, o que somado a um longo prazo faz com que financiar a compra de um carro no Brasil é mais caro que em países como a Alemanha, onde o interesse médio é de 4,4 %.
As solicitações de empréstimos carro amarrados seis meses em alta
A abertura da torneira do financiamento por parte da banca tradicional e a soma das entidades de crédito não-tradicionais, que em 2015 já representam uma quota de mercado de 55 %, conseguiram a partir de 2014 reatar o crescimento do financiamento de veículos no nosso país.
O crescimento tem sido contínuo ao longo dos últimos seis meses, mas ainda durante o primeiro trimestre de 2017, o volume de solicitações de crédito excedeu os 11.000 milhões de reais, este valor é um terço inferior ao que foi registrado no mesmo período de tempo, em 2007, antes da crise.
Este crescimento é uma conseqüência direta da maior facilidade de acesso ao financiamento e a melhoria das condições dos produtos financeiros, pelo que, se estamos à procura de financiamento para comprar um veículo em 2017 poderemos encontrar os melhores empréstimos que, em plena crise económica. Em seguida apresentamos alguns dos melhores empréstimos carro da atualidade.
Credor Montante máximo Custo Benefícios Me interessa

Crédito Projeto Carro Novo Cofidís 15.000 € Desde o 5,95 % TIN

Sem comissões
Sem vínculo
Em 24 horas

Solicitar

Empréstimo pessoal Evo Finance 30.000 € Desde o 7,00 % TIN

Sem comissões
Sem vínculo
Sem despesas de formalização

Solicitar

Empréstimo pessoal Cetelem 50.000 € Desde o 5,95 % TIN

Sem comissões
sem vínculo
Em 48 horas

Solicitar
No entanto, antes de questionar solicitar um empréstimo de carro, devemos ser conscientes de os prós e os contras do financiamento. Uma vez que o financiamento ainda que nos permite adquirir um veículo pagándolo a prazo, também faz com que, no final, acabamos pagando mais por causa dos juros.
Quando se aumenta o risco de inadimplência?
Embora os empréstimos de carro, em nosso país, têm um interesse que ultrapassa em 4 pontos percentuais ao de outros modelos de crédito, como o crédito hipotecário, podemos controlar o seu risco através do prazo. Ou seja, o risco de inadimplência aumenta quanto maior é o prazo para amortizar a dívida e se a isso somarmos os altos juros, o risco aumenta exponencialmente ao aumentar o prazo.
Segundo a Moodys, o risco de inadimplência no financiamento de veículos em Portugal é diferente em função da localização geográfica. Assim, os valores mais altos encontram-se no sul, leste e Canárias, com algumas regiões acima dos 5 %. Enquanto no norte e centro do país os valores de risco de inadimplência oscilam entre 1% e 2 %.

Deixe um comentário