Por que você deve saber como conseguir dinheiro urgentemente em condições difíceis

Imagine que, por algum motivo, perde tudo o que tem. Que você não tem ninguém a quem recorrer. As coisas se complicam e você deixa de pagar suas faturas. Se existe de encontrar paz as suas propriedades. Como começaria dinheiro urgente se se vê numa situação limite?

As coisas não têm que ser tão dramáticas. Mas como dizia o outro dia um amigo meu em outro contexto, a vida dá muitas voltas. E assim é, hoje, as coisas são de um jeito, mas amanhã quem sabe.

Pode ser que hoje você tenha tudo controlado e que, ao menos em questão de dinheiro, te corra bem. Mas as coisas podem torcer. Ter cultura financeira, não é só saber investir e gerir as economias, também é saber pedir empréstimos com asnef sem propriedade para sair de uma enrascada. E, claro, não falo de fazer nada ilegal, para obtê-lo.

Trata-Se de conhecer os recursos que existem no mercado para ganhar dinheiro imediatamente e resolver uma situação de necessidade, ou por que não quer se dar conta de outras pessoas e prefere resolver por sua conta. Vou dizer-lhe uma história.

Certeza que alguma vez na sua vida, se viu em uma situação que não sabe muito bem como você chegou, mas foi complicado demais.

São as decisões impulsivas e os atalhos de nossa mente, que nos levam às vezes, a procurar respostas para as questões que se nos colocam.

Alguma vez você viu o filme, dirigido por Martin Scorsese, Jo, que noite! Sim, não o fizeste, eu recomendo. É um exemplo, de que se podem confundir as coisas em pouco tempo. O que acontece é que a realidade, muitas vezes, supera a ficção.

E se não o digam a alguém que, por exemplo, chamaremos de João, de ter a vida resolvida, se viu em muito pouco tempo na rua.

João morava em uma pequena cidade dormitório, uma moradia com jardim, com sua mulher e seus dois filhos. Ele e sua mulher, tinham um bom trabalho e estavam em uma posição acomodada. Tinham uma hipoteca sobre a habitação, mas contavam com uma quantidade conservada semelhante à da dívida.

João gostava de acompanhar os mercados, mas quase nunca se decidiu a saltar com seus investimentos. Um bom dia reservando voos e hotéis, um mês antes de suas férias, pensou que, se ele fizesse um bom investimento com o que tinham guardado, teria todos os custos cobertos. E pôs-se a olhar para as notícias financeiras e os fundos mais rentáveis.

Fixou-Se em um fundo americano tecnológico, levava a ganhar rentabilidade de dois dígitos nos últimos três anos e alguns meses mesmo, tinha subido 10%. Pensou, então, que se gastava uma quantidade significativa do dinheiro que tinham guardado nesse fundo e só com o que subir da metade do que havia feito algum desses bons meses, teriam as férias pagas. Estava dando voltas, mas no final não fez nada.

Na véspera de ir de viagem, ocorreu-lhe olhar como tinha ido aquele fundo desse mês. Eu havia feito um 14,5%! Incrível. Se tivesse decidido, com os ganhos teria dinheiro suficiente para pagar três vezes o que lhe custavam as férias.

Com a espinha cravada por a decisão não tomada, foi viajar com a família por alguns dias na praia. Os últimos dias, quando teve que pagar a conta do hotel e depois de fazer um breve balanço dos custos, não pôde resistir.

Sem que o soubesse, sua mulher, chamou ao banco e colocou todas as suas economias nesse fundo que levava tempo seguindo. Pensou que subir uma terceira parte de tudo o que havia feito semanas atrás, já teria que cobrir todos os gastos e poderia dar-lhe uma surpresa para sua esposa.

No entanto, aconteceu algo que não esperava e que não tinha acontecido durante meses. Quando já estava de volta a casa, os mercados começaram a cair abruptamente. Tinha estalado a bolha tecnológica. Em apenas uma semana, as perdas eram de 20%.

Com incredulidade, disse a si mesmo, que, certamente, o mercado teria sobrereaccionado e que seria questão de dias para que as bolsas e o fundo, para que dessem a volta. Assim que ele chamou de novo ao banco, e dispôs-se de uma conta de crédito que tinham para emergências, que era a metade de suas economias. E multiplicou a sua aposta no fundo assinando novamente.

Infelizmente, João viu os poucos dia como as perdas chegavam a 35%. Estava desesperado. Agora sim acreditava que estava errado e pânico, pensou que se mantinha esse fundo, quem sabe, poderia perder tudo. De modo que vendeu toda a posição, assumindo as perdas.

Na semana seguinte, o mercado saltou, anotándose o fundo tecnológico, um aumento de 11%. João puxava meus cabelos. Como tinha feito as operações em segredo e não queria que sua mulher descobriu o estranho que tinha sido com seus investimentos, decidiu mover guia para recuperar o que foi perdido antes que se soubesse.

Assim que começou a olhar em fóruns de internet e decidiu investir em empresas de pequena capitalização com alto potencial de valorização. Cada operação que fazia, só fazia aumentar o problema. Entrando em uma espiral de compras ruinosa que sempre tinha pego. Em pouco tempo perdeu 90% da poupança descontando os investimentos a crédito.

João preocupado, começou a perder o sono e a ausentar-se do trabalho para acompanhar os seus investimentos e tentar solucionar as perdas. Finalmente, a sua mulher, que descobriu tudo. Tiveram uma forte discussão e pediu o divórcio.

Entre a hipoteca e a pensão alimentícia, João quase não tinha para comer. Começou a pedir dinheiro emprestado à sua família e aos seus amigos. Enquanto ela continuava a de esconde-esconde com seus investimentos à procura de um golpe de sorte que mudasse tudo. Desta vez com futuros, pois havia lido um livro de Aitor Zárate, que assegurava que com disciplina podia se tornar um milionário em pouco tempo. E talvez, assim, recuperar a credibilidade entre o ambiente e a família, ao poder pagar todas as suas dívidas.

Entre as noites em claro e estar tanto brinco de suas desastrosas investimentos, acabou por se desentender gravemente as suas obrigações no trabalho. Assim que terminaram despidiéndole da empresa.

Pouco tempo depois, João adoeceu gravemente. Achava uma doença que exigia um teste de diagnóstico, para que a segurança social lhe deu uma lista de espera de mais de quatro meses como paciente de preferência. Se tivesse podido conseguir dinheiro urgente para ter sido pago da prova, o privado, o teriam detectado a tempo, o que eventualmente acabou sendo letal para sua vida.

A história é baseada em fatos reais. Foram alterados o nome e alguns detalhes dos fatos, mas a realidade foi igualmente dramática. Como te disse é tão ruim não saber como investir o seu dinheiro, como não saber como pedir dinheiro rápido e ajuda quando necessita.

Pode ser que as companhias de empréstimos com Asnef e dinheiro instantaneamente, não sejam tão ruins em acordo com o que as circunstâncias. O bom é saber que existem, comparar, como solicitá-las e de que forma podem ajudar em um momento dado.

Deixe um comentário