O que valorizamos quando procuramos empréstimos pessoais?

A oferta de empréstimos pessoais do mercado é muito grande e são muitas as empresas que se esforçam por oferecer bons produtos para que o cliente possa levar a cabo o seu projetos através destas possibilidades de financiamento. Para escolher quem utilizados, apresentamos a hora de pedir dinheiro para cobrir as despesas do nosso projeto, vamos construir em algumas variáveis. No entanto, existem alguns valores que teremos mais presentes do que outros. O preço do crédito é sempre um dos aspectos mais influentes, não obstante, não é o único que devemos levar em conta.
3 razões para tomar a decisão certa
Os motivos que determinam que recorramos a uma empresa mutuante ou outra são muito variados e dependem das condições que oferecem. A seguir, vamos ver os principais fatores que determinam a nossa escolha na hora de solicitar um empréstimo pessoal ou outro:
Custo dos empréstimos pessoais
Em um produto, tais como os créditos pessoais, o custo é muito importante, mas podemos nos deixar levar pelo o que tem a taxa de juro mais baixo. O TIN é um fator importante, já que determina o tipo de interesse que pagaremos pelo empréstimo pessoal e que irá influenciar o valor total que teremos de enfrentar mensalmente. Não obstante, não é o único valor do que estar alerta, uma vez que o TIN pode ser baixo, mas as comissões que nos levem podem aumentar o preço dos empréstimos consideravelmente.
A TAE é o fator mais importante a levar em conta, já que indica a quantidade de juros que pagamos mais as comissões, assim como também os produtos relacionados. As comissões podem ser determinantes, já que costumam pagar ao princípio do crédito em um único pagamento.
Para encontrar o equilíbrio perfeito, devemos procurar credores que oferecem uma taxa de juro baixa e que não nos cobrar comissões excessivas. Atualmente, existem diversas empresas que ofertam produtos sem comissões de estudo ou de abertura e que podem ser mais atraentes, como os empréstimos pessoais com juros baixo Cofidis:
Empréstimo Quantidade máx. Custo Condições Me interessa

Crédito Projeto Estudos de Cofidis 15.000 € a Partir de 5,06 % TAE e 4,95 % TIN

Idade mínima: 18 anos
Prazo de 12 meses até 4 anos

Solicitar

Crédito Projeto Novo Carro da Cofidis 15.000 € a Partir de 6,12 % TAE e 5,95 % TIN

Idade mínima: 25 anos
Prazo de 12 meses até 6 anos

Solicitar

Crédito Projeto de Reforma da Casa de Cofidis 15.000 € a Partir de 6,11 % TAE e 5,95 % TIN

Idade mínima: 25 anos
Prazo de 12 meses até 6 anos

Solicitar
Como acabamos de ver, estes empréstimos pessoais com diferentes finalidades têm uma taxa anual equivalente abaixo da média de muitos bancos, que se situa no 8,91 %. Por isso, qualquer um de empréstimos pessoais que se encontrem abaixo deste valor, serão considerados boas ofertas.
A flexibilidade dos créditos pessoais
A flexibilidade também é um critério que devemos levar em conta, pois algumas opções que nos oferecem os estabelecimentos financeiros de crédito podem ser de nosso interesse. Nem todas as empresas nos oferecem as mesmas possibilidades de financiamento, algumas se adaptam melhor do que estamos procurando ou a nossa situação. Por exemplo, quando contratamos um empréstimo pessoal, podemos estabelecer as quotas mensais e o valor delas. No entanto, poderão ocorrer imprevistos na nossa economia que nos fazer querer mudar o dinheiro que temos que pagar por mês. Algumas empresas como a Cofidis, nos dão a possibilidade de aumentar o valor de nossa linha de crédito ou modificar o valor de nossas mensalidades, sem custos adicionais. Também poderíamos adiar o pagamento de uma taxa (aviso prévio) durante um mês com o serviço “curinga”, que oferece esta companhia.
Segurança contra possíveis contratempos
Este é outro fator a ter em mente que, quando contratamos empréstimos pessoais, possuímos uma dívida que deve ser solventada em um prazo de tempo que vamos estabelecer com a empresa. Imagine que nos surgem contratempos na nossa situação financeira ou pessoal, como perder o nosso trabalho. Continuaremos a ter a responsabilidade de lidar com o empréstimo, no entanto, existem maneiras de tomar precauções para evitar situações que nos levariam ao não pagamento.
Seguro de proteção de pagamento é a forma ideal de nos cobrir as costas com relação aos possíveis problemas que podem acontecer. Algumas instituições financeiras nos dão a possibilidade de contratar estes seguros que, em caso de que fiquemos sem trabalho ou que temporariamente estamos incapacitados de trabalhar, entre outras coisas, suportarão o pagamento das quotas. O seguro que oferta Cofidis tem um custo baixo, exatamente do 0,37 % ao mês sobre o capital em dívida. De todos modos, este produto é sempre opcional, o que depende de nós, se o lado ou não.
Quando buscamos empréstimos pessoais, temos de comparar qual nos convém mais e ver qual deles atende as nossas necessidades. Para encontrar o empréstimo perfeito, devemos procurar que tenha um custo acessível, que se adapte às nossas condições e que nos dê a possibilidade de contratá-lo com segurança. Estes são os fatores que nos fazem saber que escolhemos a melhor oferta do mercado.

Deixe um comentário