O que é e como funciona uma incubadora de negócios?

A necessidade e a vontade que tenha de materializar alguma de suas grandes idéias como empreendedor nem sempre é suficiente para alcançar o sucesso. Como explicamos em artigos anteriores, é importante o uso de ferramentas como a análise do mercado ou domínio a desenvolver-se em conjunto com recursos financeiros e outros elementos.
Por esses motivos, é por isso que a maioria de jovens e não tão jovens se esquecem ou deixam para trás seus sonhos, ao ver que “a questão não era como se imaginavam”, especialmente se não contam com assessoria de um especialista.
No entanto, existe uma ferramenta eficaz na hora de impulsionar o desenvolvimento de suas idéias e que, finalmente, possa transformá-los em resultados em concreto. Estas tratam-se das incubadoras de negócios ou de empresas o Que são? Como são utilizados? Aqui nós vamos contar com todos os detalhes que você deve saber.
As incubadoras de negócios não são mais do que são um modelo econômico para impulsionar ideias de empreendedorismo, não só através de consultoria, mas também oferecendo os recursos suficientes para que o empreendedor consiga realizar e alcançar seus objetivos.
Para ter uma melhor ideia e um conceito preciso, citamos a Universidade Tecnológica do México, a qual determina que:
“A incubadora de empresas está focada no desenvolvimento de habilidades empreendedoras, dando acesso a qualquer pessoa interessada em criar uma empresa formal e com bases sólidas para entrar no mercado…”.

As etapas pré, mezzo e pós-incubação de empresas
Para recorrer a uma incubadora de negócios necessita contar com diferentes aspectos já “bosquejados” de sua futura empresa. Assim que você deve ter papel e lápis, ou qualquer que seja a sua forma de capturar as informações para ter claros os aspectos, tais como:
Objectivos
Missão e visão
Demografia que atacar
Recursos necessários (estimativa)
Cronograma de atividades
Após o processo de coleta de dados e formulação de idéias, é quando você deve entrar em contato com uma incubadora. O grupo de especialistas começar a realizar a etapa de seleção de projetos por uma comissão, se não for aprovado, você receberá assessoria para dar “maior forma às suas idéias” e assim por diante até que possa ser o suficientemente forte como para enfrentá.
O anteriormente mencionado é o que se conhece como “pré-incubação”. Como o seu nome indica, inclui todas as atividades que antecedem o início, em concreto, de uma boa incubação.
O mais importante é ter claros seus objetivos e que sua proposta seja realmente atraente tanto para o comitê selecionador, como é claro que o mercado para o que você pensa se deve dirigir.
Durante o próprio processo de incubação, receberá ajuda financeira, técnica e até mesmo poderiam dotarte com pessoal capacitado ou espaço físico, se necessário. Além disso, todo o processo de incubação vai acompanhado de um bom plano de marketing ou gestão financeira.
As melhores incubadoras de negócio são aquelas que te guiará através das três etapas básicas, pré e pós-incubação não estão desligadas do processo próprio mezzo ou médio (espinha dorsal). A pós-incubação não é mais que uma etapa de acompanhamento em que a instituição mede através de um período não superior a 12 meses, o desempenho da empresa recentemente “empollada” por assim dizer.
É muito comum ter uma certa confusão entre os termos como “aceleradora de empresas” e da referida incubadora. O melhor é evitar cair nessa incerteza, para isso, aqui te trazemos informações úteis:
As aceleradoras são pequenos planos, com base em curtos períodos para aumentar o nível de produção que tenha uma empresa, geralmente já estabelecida. O Notas diferenças? Mas é claro! O tema central do artigo, isto é, as incubadoras são essenciais para negócios em plena formação, idéias, planos, projetos ou pequenas empresas, pelo contrário, as mencionadas aceleradoras que já são para negócios estabelecidos, de certa maneira.
Pois bem, agora prosigamos para citar algumas das muitas vantagens que você tem ao contratar uma boa empresa para fazer o seu negócio, as mesmas são expostas a seguir:
Permite ter melhor conhecimento de para onde queres chegar com a sua empresa.
Geralmente, as instituições que se dão a tarefa de realizar a incubação de empresas permitem que seus clientes tenham maior facilidade de contato com redes de clientes, fornecedores e até mesmo competição futura. É o que se conhece como networking.
Uma clara vantagem é o fato de levar um planejamento inicial muito forte a mão de especialistas em finanças, gestão de projetos e outras áreas. Ter uma boa base previne declives empresariais que afetam pelo menos 70% das empresas em seus primeiros dois anos de vida (apesar de parecer fatalista, é a realidade).
No entanto, apesar de muitas vantagens, é importante mencionar que nem todas as empresas “graduados” por incubadoras costumam ter sucesso. Lembre-se que depois de um bom impulso é importante manter o ritmo inicial através de técnicas de boa gestão e, sobretudo, ter um olho clínico no momento de fazer as primeiras investimentos (as quais têm um grande peso sobre o futuro da recém-formada organização).
Por: Alexandre Jose Silva

Receba os Nossos artigos em sua caixa de correio electrónico. Junte-se a nossa comunidade, é grátis.

Nome

Endereço de email: