O financiamento para autônomos não acaba de arrancar em Portugal

Portugal é um dos países em que mais pessoas decidem trabalhar por conta própria em busca de um futuro profissional para a casa dos estragos econômicos que deixou a crise para trás de suas costas. De fato, atualmente, o número de pessoas afiliadas ao RETA (Regime Especial de Trabalhadores Autônomos) ultrapassa os 3,2 milhões de cotistas, até o mês de abril deste ano. Isso representa um crescimento de 0,6 % em dezembro do ano passado, que se traduz em 19.798 pessoas. Não obstante, o caminho do trabalhador por conta própria ainda tem alguns obstáculos e um dos principais é conseguir financiamento, sendo autônomos.
Quais são as opções de conseguir financiamento, têm os autônomos?
Como já comentado, se decidimos começar a trabalhar por conta própria, devemos levar em conta que o acesso ao financiamento para autônomos é um obstáculo que ainda está muito presente em Espanha. Não obstante, temos algumas opções de obter capital, acima de tudo, se o objetivo para o qual precisamos do dinheiro é resolver um contratempo pontual, como pode ser pagar umas contas, os fornecedores, corrigir uma falha que tenha surgido em nosso negócio, etc.
Nestes casos, podemos recorrer aos créditos rápido, sem a folha de pagamento que comercializam os emprestadores de capital privado com os quais podemos chegar a ganhar até 5.000 € em questão de minutos e com um processo totalmente online.
A seguir, mostramos uma tabela com os empréstimos sem salários mais vantajosos do mercado e que melhor se adaptam à nossa situação:
Empréstimo Quantidade máx. Custo mensal Características Me interessa

Crédito rápido Monedo Now Até 5.000 € a Partir de 5,25 %

Reembolso em até 3 anos
Sem mudar de banco
Aceita clientes no ASNEF

Solicitar

Crédito rápido Zaplo Até 2.500 € Em 6,22 %

Até 2 anos de retorno
Sem necessidade de mudar de banco
Contratação online

Solicitar
Como dissemos, as grandes vantagens desses produtos são a rapidez em que nos transferidos para o capital e a comodidade na hora de fazer a solicitação. No entanto, encontramos outros benefícios como a flexibilidade que oferecem na hora de aprovar as solicitações, já que, em alguns casos, nos concedem o dinheiro rápido apesar de estarmos inscritos em um arquivo de inadimplentes.
Também é importante saber que este tipo de produtos raramente incluem comissões e não a contratação obrigatória de produtos vinculados, pelo que podemos saber desde antes de contratá-lo mesmo, quanto pagaremos.
Não obstante, devemos ter em mente, sempre, que a finalidade para a qual foram criados estes produtos é resolver situações imprevistas e nunca como uma fonte regular de financiamento. Assim, devemos ser responsáveis com o seu uso e antes de pedi-los estar completamente seguros de poder cumprir com todas as condições e, assim, obter o financiamento para autônomos.
Por que é tão importante conseguir financiamento, se somos independentes?
O financiamento para autônomos é um dos aspectos mais importantes para este setor, já que, acima de tudo, no começo é muito complicado fazer frente a todos os gastos e problemas que possam surgir.
Em qualquer caso, estes são os principais motivos por que este sector necessita, por um lado, um maior fluxo de financiamento e, por outro, condições mais frouxas:
A necessidade de pagar os fornecedores quanto antes
Os altos impostos que têm de lidar
A ausência de apoio e proteção, se é que caem doentes ou incapacitam para trabalhar

Deixe um comentário