Melhores fundos de value investing Brasil 2016

Desde que Francisco Garcia Paramés se tornasse referência europeu do value investig, graças a sua gestão de investimentos em Bestinver, muitos gestores em Portugal, aderiram à sua filosofia de investimento.

Um estilo de investimento, que se nutre os ensinamentos que Benjamin Graham e David Dodd começaram a ministrar, em 1928, na Columbia Business School. E que, por sua vez, seguiram-se outros grandes investidores como Peter Lynch ou Warren Buffet.

Nos últimos anos, são muitos os gestores e sociedades de investimento que fizeram próprio o value investing como marca diferencial e têm colhido bons resultados. Por isso, surgiram outros gestores e fundos de investimento, que adotaram o investimento em valor como método de investimento principal.

Esta corrente faz com que hoje se pode encontrar dentro da oferta de fundos espanhóis, um punhado de bons fundos de investimento, que se guiam pela teoria austríaca do ciclo econômico e o valor fundamental das empresas. Eu quero Te mostrar alguns dos mais destacados, aos quais pode aceder a partir de qualquer uma das plataformas de distribuição de fundos.

Olhando para o fundo value mais rentável do ano, me encontrei com um fundo de bolsa espanhola, o Iberian Value FI ISIN ES0147229001. Um fundo de Alphaplus, gestora de Santa Lúcia. É um fundo que arrancou o ano passado e que ainda tem um patrimônio muito minúsculo, que não chega a 4 milhões de euros. Do que sei por inteiro, que é o gerente ou equipe de gestão. Mas que com um 9,19% à data em que estas linhas, é o fundo mais rentável da bolsa espanhola.

Em segundo lugar aparece também um fundo de recente criação, mas com alma muito value investing. Já que os gestores do azValor Iberia FI ES0112616000, são os dois exBestinver, Álvaro Guzman de Lázaro e Fernando Bernard. Com o que pouco faz falta dizer. Logicamente, este fundo já nasce com uma massa crítica mais elevada, pois apesar de sua vida curta, administra quase 53 milhões de euros. Iniciando seus investimentos com um 4,76% em 2016. E que também tem uma versão de renda variável global, como é o azValor Internacional FI ES0112611001, com bom retorno no ano.

Apesar de 2015 foi para Bestinver o ano da redenção após a saída de Francisco Garcia Paramés e o resto do time que acabou fundando azValor, levam o value investing no DNA da gestora. Por isso que depois de mudar de pele e ao incorporar a outros dois grandes nome na gestão e direção, como são Ricardo Cañete e Beltrán de la Lastra, continuam tendo seus fundos entre os melhores fundos value. Não só Bestinver Saco FI ES0147622031, também Bestinver Internacional ISIN ES0114638036 recentemente selecionado como o melhor fundo value global e Bestinfond ISIN ES0114673033, são grandes referências, como fundos de investimento em valor. Gerindo os dois últimos mais de 1.150 milhões de euros, respectivamente.

Mas, como te dizia ao princípio, nestes tempos surgiram muitos novos fundos de estilo value investing. Alguns de mão-de-novos gestores e outros, fruto dos inúmeros movimentos e saídas de gestores que houve estes anos. Um dos casos é Fimino Morgado, que depois de sua passagem pela Fidelity, lançou no ano passado um projecto a solo.

Outro caso muito longe foi o de Ivan Martin Aranguez, que, após sair do Banco Santander, fundou Magalhães Value Investors. Com dois fundos como referência, que são o Magalhães European Equity FI e o Magalhães Iberian Equity FI. Ambos com diferentes tipos de participações em fundos e com patrimónios sob gestão de mais de 100 e 40 milhões de euros, respectivamente.

Não me posso esquecer da gestora, que vem localizado um de seus papéis como melhor fundo de saco espanhola nos últimos anos. Trata-Se de Metagestión. Que com seu fundo Metavalor FI ISIN ES0162735031 está colhendo bons rendimentos. Ao igual que com Metavalor Internacional ISIN ES0162757035. Dois dos fundos da gestora, que guiados por uma filosofia de value investing, seu computador gestor formado por Javier Ruiz, Alexandre Martin, Miguel Rodríguez, estão colhendo resultados excepcionais. Ambos os fundos geridos, respectivamente, 32 e 26 milhões de euros.

Equipe de gestão Metagestión

Mas também há espaço para projetos nacionais mais modestos com estilo value investig, como é o caso de True Value FI ISIN ES0180792006. Um fundo de renda variável global, que já vai para o seu terceiro ano de existência e que, sob a gestão de José Luis Bento e Alexandre Estebaranz, marcaram muito bons resultados desde o início, seguindo um modelo de gestão value. Gerem cerca de 12 milhões de euros.

Questão de moda ou não, o caso é que a oferta de fundos de value investing com selo português, é já bastante vasta e diversificada. O que se pode permitir selecionar diferentes matizes de gestão dentro de inclui-se sob o guarda-chuva de fundos value. Entendendo-se, além disso, que não é o mesmo que obter boas rentabilidades de forma sustentada, movendo patrimônios elevados, que com pequenas quantidades. E que, logicamente, as comissões de gestão de cada um deles, também há que se arañen ou soma de pontos de rentabilidade com o passar dos anos.

Seja como for, o value investing chegou a Portugal para ficar, pois é uma metodologia que funciona. E não é difícil de aceder a qualquer dos papéis referidos a partir dos principais supermercados de fundos com os quais pode operar em Portugal, como Andbank-Santander, Tressis, Self Bank, Renta4 ou Mnf-EVO Banco, agora que estes últimos foram dispensados de Poupança Corporação como plataforma de distribuição de fundos. Vamos ver ano que está o top cinco dos mais rentáveis e se os fundos de value estão entre eles.

Deixe um comentário