Lições sobre finanças romances clássicos

Se de grandes livros se podem tirar grandes filmes, por que não se podem tirar outras coisas como ensinamentos financeiras para realizar melhor o seu dia-a-dia?. Claro está que não se vê à primeira e precisamos ler o livro de forma ampla, mas o que está claro é que grandes romances conhecidas por todos se podem dar boas ideias para poder controlar suas finanças.
Quer ver alguns exemplos? Pois continue lendo.
Lições financeiras de livros clássicos
O Senhor dos Anéis
O espírito e o caráter de bilbo no filme mostram que ser cauteloso em excesso não podem conseguir grandes coisas. Quando analisam o que têm que fazer, avaliando os riscos e se põem em marcha, acabam conseguindo o que procuram embora se lhes presuponga que têm limitações (pelo seu tamanho).
Qualquer investimento que pretende realizar precisará de analices antes toda a informação que tens e que, em seguida, se ponha em marcha, sem medo. Se tudo o que você fez bem por que você não vai ter o sucesso que os grandes investidores? Análise e decisão.
Se dúvidas entre depósitos ou fundos, por exemplo, analisa todas as características de ambos, riscos, potencial de rentabilidade, etc., e uma vez decidido, avança sem hesitação nem lamentos.
Ocean’s Eleven
À medida que avança o livro descrevendo como se vai realizar o roubo que nos conta, você pode ver que sabem onde começar e sabem onde querem chegar, mas o caminho tem uma perfeita planejamento e meios para solucionar possíveis problemas.
Se você tem um dinheiro e você sabe o que é o que você quer ter dentro de um tempo, isso deve ser o ponto de partida, mas sempre é necessário que você tenha um “roteiro” que lhe permite saber se você fez as coisas como devia para obter o resultado final desejado.
Se você decidir investir em um produto com risco, você deve saber o que pode ocorrer em diferentes cenários e saber de antemão o que fazer em cada caso, não pode improvisar, porque será sinônimo de fracasso.
Alguém voou sobre o ninho do cuco
Há que definir objetivoss reais porque, como se percebe neste livro, o pensar em metas impossíveis só leva a agravar os problemas. Jack Nicholson o encarna muito bem no filme: aspirar à impossíveis acaba destruindo-o.
Em seus investimentos, você deve aspirar a coisas reais. Assume riscos para a obtenção de resultados positivos aceitáveis que deverá ter claro até onde chegam, mas não pense que vai conseguir coisas que não foram alcançados até agora.
Se você investir na bolsa para “dar o pelotazo”, o que te pode acontecer?, que provavelmente te colocarás um grande castañazo. Melhor nota objetivos reais de rentabilidade e não espere milagres. Melhor ganhar algo que viver pensando no que mais cedo ou mais tarde chegará com o citado “pelotazo”.
Fahrenheit 451
Quanto mais você aprender algo é estando todo o dia à procura de informações. Evita sustos e surpresas desagradáveis.
Se você vai investir em um produto de poupança que não conhece, é o mínimo que você deve fazer é tentar obter referências de qualquer tipo e meio de pessoas que já investiu anteriormente e não se limitar a acreditar pés juntillas o que você vende ou diz a entidade que se quer “colocar” um produto.
Se muitos “santos” tivessem procurado informações em blogs, fóruns de Internet, analistas financeiros, profissionais, etc. antes de ter assinado a contratação das preferenciais, teriam poupado muitos problemas, desgostos e, acima de tudo, dinheiro. Pensar que para mais informação, há menos chances de errar.
Por quem os sinos dobram
É que Hemingway precisamente era alguém que estava pregando com o exemplo: planejar tudo o que nos possa acontecer com a informação que temos à nossa disposição.
Se você não se importa de sua economia, quem o fará? Preocupar-se por planear o seu dia-a-dia significa que você deve informar-se e formar-se e, graças ao amplo uso da Internet, na Rede, há possibilidades de estar a par de tudo, mesmo das finanças. Assim que dedica uma parte de seu tempo para planejar suas finanças se você quiser que estas funcionem.
On The Road
Não, todos nós sabemos de tudo e sempre há um momento na vida em que é necessário parar e pedir ajuda.
Se você está analisando o futuro de suas finanças e, apesar de ter muita informação, não dá ‘”com a tecla”, não será melhor pedir ajuda a alguém que saiba para evitar dores de cabeça no futuro?
Muitos não querem pedir ajuda por vergonha ou para não dar a imagem de ignorância, mas é claro que o fracasso em muitas ocasiões é devido à ignorância das pessoas. Saber o que pode acontecer irá ajudá-lo a tomar decisões no seu dia-a-dia.
As vinhas da ira
Grande livro com ensinamentos de todo o tipo para a vida e, como não, para a gestão de suas finanças.
Por muito longe que pareça, o objetivo não pode negar que por algum lado há que começar, com o qual, o passo inicial pode não parecer muito longo nem grande, mas será sempre necessário.
Seus investimentos não dão o resultado pensado no dia seguinte, com o que dá o primeiro passo, é consciente do que faz e segue passo a passo, você conseguirá o objetivo financeiro que você escolheu.
O retrato de Dorian Gray
Nem tudo o que é bom é sempre bom e que podemos ter algo escondido que seja negativo.
Aumentar a rentabilidade em suas finanças implica que, em seguida, terá de pagar mais impostos. O que é positivo, depois, se muda para o negativo. Você deve dedicar um tempo para planejar os pontos positivos e negativos de suas finanças dia a dia.
1984
Isto das finanças, toda a informação que recebemos para nos ajudar a gerir melhor o nosso dia-a-dia é apenas um exemplo, não é uma ciência exata. Há uma máxima que sempre deverá ter-se presente que é a de que “os ganhos passados não garantem ganhos futuros”.
Você deve ter claro que para mais informação, menor será a possibilidade de cometer erros, mas não desaparecerá, esta possibilidade nunca. Procura sempre a melhor informação para reduzir o risco de erro.
E agora é a tua vez
Véis que são muitas destas coisas mais fruto do senso comum que, fruto de uma grande reflexão que se representem um grande esforço. Esses ensinamentos podem chegar a qualquer momento e as grandes romances ou livros guardam grandes ensinamentos, mas será você mesmo que você vai encontrá-las.
A fim de contas, os protagonistas dos grandes livros são humanos, com o que pensam e agem como você e de sua forma de pensar ou agir, pode tirar sempre bons conhecimentos. Você se ocorrem outros livros que lhe tenham ensinado a melhorar aspectos de suas finanças pessoais?

Deixe um comentário