Faça com que sua casa pareça revista com um empréstimo reforma

39% das pessoas que pedem dinheiro para reformar a casa, de acordo com o relatório do Observatório Cetelem. O boom de empréstimo reforma pode ser unido ao dos programas sobre os arranjos da casa que ocupou muitas horas na grade televisiva. Vimos também como, recentemente, muitos famosos têm posto em marcha a reforma de suas próprias casas. Mas nós não temos o seu nível de compra, se quisermos financiamento para fazer uma reforma em nossa casa, temos a possibilidade de solicitar capital para fazer com que a nossa casa fique como as que saem nas revistas.
Os melhores empréstimos de até 50.000 € para reformar a sua casa
Quando queremos renovar a nossa residência, a primeira coisa que devemos fazer é estudar a nossa situação econômica e o estado em que se encontra o nosso lar. Deste modo, podemos tirar uma conclusão sobre a quantidade de dinheiro que precisamos. A quantidade máxima que oferecem os credores podem ser um ponto-chave para escolher a quem recorrer.
Para identificar que vamos contratar um bom empréstimo reforma, podemos basear-nos sobre o tipo de interesse que aplicadas sobre o dinheiro emprestado. Atualmente, podemos encontrar diversos empréstimos pessoais que nos oferecem uma TAE competitiva, em comparação com outro tipo de créditos, como os que oferecem as instituições financeiras. No entanto, o custo do crédito depende sempre os prazos que escolher de reembolso do montante a que promove a quota mensal.
Se queremos fazer uma boa mudança de imagem, vamos precisar de financiamento e podemos encontrar os seguintes empréstimos reforma de até 50.000 € :
Empréstimo Quantidade max. Taxa de juro a Prazo Me interessa

Empréstimo Projeto de Reforma da Casa Cofidis 15.000 € a Partir de 6,11 % TAEG a Partir de 12 meses até 6 anos

Solicitar

Empréstimo pessoal Cetelem 50.000 € a Partir de 6,12 % TAEG a Partir de 3 meses até 8 anos

Solicitar

Empréstimo Plano Bigbank 15.000 € a Partir de 6,95 % TAEG a Partir de 12 meses até 6 anos

Solicitar
No momento em que demos o passo de reformar a nossa casa, temos que decidir as quotas mensais e o prazo de reembolso que melhor se adequa à nossa situação econômica, já que este fator determina o preço total da devolução do empréstimo reforma. É possível que, às vezes, pensamos que é melhor para a nossa economia e pagar uma pequena taxa por mês, no entanto, isso implica um aumento no pagamento final. Não obstante, é essencial que nos assegurar de ser capazes de lidar com todas as probabilidades, mesmo que isso implique um custo final mais elevado, já que, caso contrário, podemos cair na inadimplência.
Como o prazo pode te ajudar a economizar seu empréstimo para reforma de casa
Como já comentado, as quotas que selecionemos para reembolsar o capital concedido pode ser um fator-chave para poupar uma quantia de dinheiro considerável. De acordo como nós podemos dizer a devolução, podemos chegar a economizar, em grande parte, o empréstimo, de modo que, nos custará menos enfrentá-lo.
Em seguida, vamos ver 3 exemplos de como podemos nos organizar para fazer a devolução do empréstimo reforma e que nos deixa mais barato:
Quantidade solicitada Interesses Prazo Cota Total

10.000 € 5,95 % TIN 24 meses 442,98 € 10.631,54 €

10.000 € 5,95 % TIN 48 meses 234,62 € 11.261,76 €

10.000 € 5,95 % TIN 60 meses 193,10 € 11.586,74 €
Nesta tabela podemos ver como o prazo de devolução afeta os interesses que teremos que pagar. Pagar a dívida do empréstimo, em um prazo mais curto de tempo, gera menos juros, pelo que o reembolso total será menor do que se o fazemos em mais tempo. Também é certo que, as cotas representam um custo maior, por isso que devemos estudar o que melhor se adequa à nossa situação econômica.

Deixe um comentário