É possível contratar um empréstimo pessoal sem comissões e sem vinculação?

O custo de solicitar um empréstimo pessoal, em alguns casos, não costuma traduzir-se apenas os juros resultantes do financiamento. Produtos relacionados e comissões repercutem também no custo do empréstimo, pelo que, se não queremos pagar mais pelo financiamento teríamos que ter um olho no mercado atual e buscar créditos pessoais sem seguro e sem comissão. Dar com eles não é uma tarefa complicada, apenas teremos que dedicar tempo a comparar preços de vários produtos e não nos conformar com a consultar apenas os créditos que nos oferece a nossa entidade de toda a vida.
Melhores créditos de junho 2017
Melhores créditos pessoais sem comissões nem vinculação
As comissões mais comuns que podemos encontrar na hora de contratar um empréstimo pessoal são de comissão de estudo, comissão de abertura, comissão por alteração de contrato e comissão de amortização antecipada. Por sua parte, embora a ligação não é tão comum como em outros tipos de empréstimos das hipotecas, seguros de que podemos nos encontrar com mais frequência em estes empréstimos são os seguros de vida e seguros de proteção de pagamentos. Abaixo mostramos uma tabela com alguns dos melhores créditos pessoais sem vínculo e sem comissão.
Credor Quantidade máxima Interesse Vantagens Me interessa

Empréstimo Plano BigBank 15.000 € 6,25 % TIN

Sem comissões
Sem vínculo
Até 6 anos de prazo

Solicitar

Empréstimo Laranja ING Direct 60.000 € 5,95 % TIN

Sem comissões
Sem vínculo
Até 7 anos de prazo

Solicitar

Crédito Projeto Cofidís 15.000 € 4,95 % TIN

Sem comissões
Sem vínculo
Até 6 anos de prazo

Solicitar
Os empréstimos pessoais são produtos financeiros que podem ser úteis para enfrentar dívidas com um valor superior a 6.000 reais. Para custos inferiores, os créditos rápidos ou empréstimos rápidos podem ser uma alternativa mais adequada.
Requisitos para solicitar um crédito pessoal
Antes de solicitar um crédito, o mais aconselhável é consultar as condições que exige da entidade para conceder financiamento. Embora esses requisitos variam em função de cada entidade, existem uma série de condições que são comuns:
Dispor de receitas: as entidades precisam saber que vamos poder enfrentar o pagamento do financiamento, acrescido dos juros gerados por esse processo. Para isso nos pede que tenhamos uma folha, uma pensão ou subsídio de desemprego.
Identificação: através de um cartão de IDENTIFICAÇÃO, com o que possam comprovar o nosso nome e local de residência. Também nos pedir um número de conta em nosso nome além de nosso telefone móvel e endereço de e-mail.
Garantias de pagamento: depende da modalidade de empréstimo que solicitado e a instituição de crédito, pelo que esta garantia pode ser pessoal, ou real ou de um aval.
Devemos estar ciente de que as condições para aceder a um crédito serão mais rígidas quanto maior for o montante pedido.

Deixe um comentário