Descubra os melhores empréstimos para financiar seus estudos

Segundo os dados fornecidos pelo Ministério da Educação, durante o ano letivo de 2015-16 houve 166.908 pessoas que decidiram inscrever-se para estudos de nível superior. Trata-Se de uma figura positiva, já que supera em um 17,4 % do curso anterior. Não obstante, de acordo com um estudo elaborado pelo Observatório do Sistema Universitário (OSU), o preço mínimo de um mestrado em uma universidade pública no país é de 1.200 €. Se a isto acrescentamos que a grande maioria dos alunos são menores de 25 anos e como muitos deles não dispõem de uma folha ou um emprego estável, pode ser complicado enfrentar o pagamento da matrícula. Por este motivo, pode ser muito útil para buscar empréstimos que nos ajudem a enfrentar este custo.
Os juros mais baixos é coisa de empréstimos estudo
Se decidimos pedir empréstimos para pagar os pagamentos de um mestrado ou de um curso superior, a primeira coisa que devemos fazer é procurar um crédito que tenha essa finalidade, já que, geralmente, são os que têm juros mais baixos.
Um claro exemplo disso podemos ver com o Crédito Projeto Estudos de Cofidis que nos permite obter até 15.000 €, com um juro mensal do 4,95 % (5,06 % TAE). Se tivermos em conta que a TAE meio de crédito ao consumo em Portugal durante o ano de 2016 situa-se em 8,46 %, podemos concluir que se trata de um produto com um interesse muito competitivo.
Solicitar Crédito Projeto Estudos Cofidis
Além disso, Cofidis oferece grandes vantagens com este produto, já que não inclui comissões nem a contratação obrigatória de produtos vinculados. Desta forma, e graças ao simulador online de sua página web, podemos saber o quanto pagamos em cada quota mensal e total, usando apenas o montante que precisamos e o prazo de devolução.
Finalmente, cabe destacar que, para aceder a este empréstimo não é necessário que sejamos clientes Cofidis previamente e poderemos desfrutar do dinheiro em 24 horas, uma vez aprovada a solicitação de empréstimo por parte da entidade.
3 aspectos para saber se estamos diante de créditos vantajosos para estudar
Na hora de pesquisar e comparar empréstimos que nos sirvam para financiar os estudos que queremos estudar, é importante levar em conta certos aspectos que nos com os que conseguiremos o melhor preço e nos facilitará a devolução do dinheiro.
Em seguida, apresentamos os mais relevantes:
Em primeiro lugar, que o empréstimo não tenha um custo superior a 7,00 % TAE, já que, como mencionado, trata-se de créditos mais baratos.
Depois, é importante que não inclua comissões ou contratação de produtos vinculados como podem ser cartões de crédito ou seguros.
Também devemos levar em conta o prazo, já que se estamos estudando, provavelmente, vamos precisar de um prazo de reembolso mais extenso do que o habitual, mas vamos acabar pagando mais. De fato, os especialistas aconselham que não dediquemos mais de 35 % de nossos rendimentos para a devolução de um empréstimo, pois, do contrário, poderíamos acabar caindo em falta de pagamento.
Finalmente, cabe destacar que pode ser interessante e benéfico do que o empréstimo que escolhamos nos permita desfrutar de um período de carência, seja total ou parcial. Não obstante, devemos levar em conta que, se utilizamos este serviço, continuarão gerando interesses que encarecerán o custo final que pagar. Por este motivo, só é recomendável usá-lo se nos é impossível fazer frente às mensalidades.

Deixe um comentário