Como tirar o máximo partido do seu empréstimo para reforma

90% dos consumidores brasileiros comparadas entre as ofertas do mercado para encontrar o produto que melhor se ajuste às suas necessidades, de acordo reflete o relatório sobre o Consumo na Realpa do Observatório Cetelem. Quando queremos fazer uma reforma em nossa casa e recorremos a um empréstimo reforma, também é importante que busquemos o melhor do mercado e não o primeiro, que nos oferecem. Uma vez temos o financiamento de que precisamos, temos que saber como aproveitar o dinheiro, de acordo com o objetivo e o projetos que temos em mente. Para isso, existem truques e maneiras para fazer com que o dinheiro que nos emprestam-nos cunda ao máximo.
Primeiro, o crédito reforma, após o planejamento do projeto
O financiamento para renovar o nosso lar é uma das finalidades mais comuns na hora de recorrer aos empréstimos, provavelmente pela quantidade de que necessita para levar a cabo. Recorrer a empréstimos reforma pode ser uma boa opção para realizar um gasto total de nosso lar, já que nos permitem obter quantidades elevadas de dinheiro e reembolsarlo em parcelas mensais em um prazo longo de tempo.
Para obter o máximo de desempenho para o nosso empréstimo reforma, o primeiro passo que devemos levantar é definir um orçamento inicial. 91% da população em nosso país já leva a cabo esta prática, segundo o referido relatório. Esta planificação prévia pode ocorrer por uma pesquisa e estudo das mudanças que queremos fazer e o cálculo do custo que envolve toda a reforma. Por exemplo, se mudarmos o sistema elétrico ou, se quisermos redecorar e mobiliar uma sala de estar é provável que o custo seja mais elevado do que se apenas fazemos algumas pequenas reformas. Para isso, antes de solicitar o empréstimo reforma, estudaremos as ofertas do mercado e veremos o que empréstimos reforma se ajustam melhor para o que precisamos:
Empréstimo Quantidade máx. Custo Prazo Vantagens Me interessa

Empréstimo Laranja ING Direct 60.000 € 5,95 % TIN (6,11 % TAE), a Partir de 24 meses até 7 anos

Sem domiciliar folha de pagamento
Resposta rápida

Solicitar

Empréstimo Projeto de Reforma da Casa Cofidis 15.000 € 5,95 % TIN (6,11 % TAE) Em 12 meses até 6 anos

Sem comissões
Sem produtos relacionados

Solicitar

Empréstimo Pessoal Cetelem 50.000 € 5,95 % TIN (6,12 % TAE) a Partir de 3 meses até 8 anos

Sem comissões nem vinculações
Dinheiro em 48 horas

Solicitar
Com esses créditos para renovar a casa podemos aceder a diferentes quantidades de dinheiro, de acordo com o tipo de reforma que queremos realizar. Além disso, uma de suas vantagens é que não temos que apresentar qualquer documento de forma presencial, pelo que é possível obter o financiamento diretamente através da Internet.
Recorrer a empréstimos reforma é o segundo método de pagamento mais comum quando queremos fazer uma mudança de olhar para a nossa casa, de acordo com o relatório do Cetelem. Isto é devido, provavelmente, a que muitas vezes é difícil do que com as nossas economias possamos fazer face ao desembolso que supõe a realização de um projeto como este.
Ideias para poupar a renovação da casa e aproveitar o crédito para reforma
Agora que já sabemos o que possibilidades temos se queremos renovar a nossa casa e que devemos começar marcándonos um orçamento inicial, podemos buscar truques para que o empréstimo reforma nos deixa mais barato como os seguintes:
Ler revistas de decoração: nestas revistas podemos encontrar as melhores ideias para redecorar a nossa casa e assim também podemos fazer uma ideia dos preços dos produtos de que necessitamos. Isso nos poderia servir para a realização de um orçamento inicial, tendo sempre em conta as nossas possibilidades económicas.
Recorrer a lojas de antiguidades: se temos um orçamento, e queremos um empréstimo reforma que não se nos vá de mãos, temos a opção de ou reutilizar mobiliário ou se dirigir a lojas onde se comercializam móveis de segunda mão.
Instalação ecológica: se escolhemos uma instalação elétrica de baixo consumo, provavelmente nos poupar dinheiro a longo prazo, já que as contas de luz vão ficar mais baratas.
Outras formas de economizar o empréstimo reforma é que o que possamos fazer por nossa conta o realizarmos. Por exemplo, talvez não sejamos capazes de reformar a casa de banho nós mesmos, mas sim que podemos pintar as paredes da casa. Embora pareça óbvio, é uma forma de cortar gastos que podem tornar mais acessível o orçamento e, portanto, o crédito para redecorar a nossa casa.

Deixe um comentário