Como poupar nas comunhões

Muita gente é a que crê, e entre as quais me incluo, em que, com o tempo as comunhões tornaram-se “minibodas”. Ou seja, banquetes por todo o alto, com pratos de design, vestidos de etiqueta e uma infinidade de quitutes
que fazem com que quando você quer se percebe, parece que em vez de preparar uma Comunhão está preparando uma festa de casamento.
E sabe bem o que digo: aquele que tem filhos em idade de realizá-la e que estão vendo em suas próprias carnes agora mesmo como mesmo você tem que reservar o banquete com antecedência de vários meses, como se de um casamento se tratasse.
Mas dentro da gestão de montar um banquete de Comunhão há diferentes coisas que você deveria fazer sempre, e que te podem permitir poupar algum dinheiro.
Eu comentei em seguida aquelas coisas a levar em conta.
Primeiro de tudo: o que vestir?
A comunhão traz consigo alguns primeiros despesas inevitáveis:
a roupa.
o banquete.
Realmente as duas posições mais caras em qualquer orçamento. Presentes e lembranças para os participantes, fotos, vídeos e outras coisas várias, todas no seu conjunto, se implica dinheiro, mas não tanto como as duas posições anteriores.
As roupas das crianças são os clássicos, com o qual a provisão para a aquisição destes é semelhante em todas as comunhões. Eu aconselho que se você tiver o terno de um irmão, primo ou parente, é uma excelente opção para economizar dinheiro, pois, com muita probabilidade, se você comprar o terno não vai voltar a usar nunca, com o qual o traje que lhe possam prestar estará praticamente novo.
Se você optar por comprá-lo, opte pela opção de que seja o mais barato possível, porque é para um dia só e não acho que gastar um dinheirão seja o mais inteligente da sua parte.
Para a roupa dos pais e demais familiares, é claro que você deve ir de acordo com o protagonista. Estou seguro de que os pais têm roupa em casa elegante o suficiente para ir para a comunhão. Meu conselho, ao igual que no caso anterior, é que a primeira coisa que você deve saber é ver se você tem roupa em casa que possa ser utilizada no mesmo dia.
Nesse caso não há problema, mas, caso contrário, você terá que fazer um desembolso de dinheiro. Se você pode fazer algum acordo com roupas que você já tem em casa, o custo é abaratará de forma interessante. Em caso contrário, se a roupa não vai ter um uso contínuo e deve ser reservado apenas para ocasiões, eu recomendo que, dentro do vasto leque de oportunidades, escolha um que seja barato.
O Banquete
Vamos com a segunda coisa que costuma levar mais dinheiro, o banquete. Aqui sim você tem que fiar fino e você pode economizar uma quantia significativa de dinheiro.
A primeira coisa que você deve saber é o número exato de pessoas que vai ter o banquete já que você vai condicionar o restaurante que venha a escolher. Não vá a um restaurante em que cabem 100 pessoas se sois 30 e o ocupáis tudo.
Tenha em conta que o dono do restaurante deve cobrar por toda a ocupação, por isso para ajustar o orçamento é melhor ir para estabelecimentos com tamanho semelhante ao número de convidados ou a outros que realizem vários banquetes vez, com o qual não cobram mais por ocupação mínima ou máxima, já que não há mais comunhão.
Além disso, se possível, você precisará de saber se alguma das pessoas convidadas, por qualquer motivo, precisa de um menu diferente (dietas, sob sal, vegetariano) do resto dos comensais. Será mais barato um banquete no qual você colocar um menu base com um par de aditivos pontuais diferentes, que se contratar um banquete no qual possam escolher entre duas opções, as pessoas quando se sentem.
Terá também de levar em conta o perfil dos convidados que você tem ao deleite. Se abundam as pessoas de idade avançada, tendem a valorizar mais o não passar fome do que o que os pratos sejam de design, o que, para quê pagar um prato de cozinha de fusão, se não vão valorizar, eles vão ficar com fome e a ti te vai custar um “carro”?
Uma opção que se me afigura muito interessante é que compare os preços de todos os estabelecimentos que fazem muitos deleites da vez no mesmo dia. Tendem a otimizar custos, compartilhar empregados para os diferentes deleites que, além disso, que não é o mesmo o que lhes custa cozinhar um prato para 20 pessoas que, para 200, podendo fazer seguro de uma melhor oferta de preço.
Além disso, no que seguro vontade nesta opção é no tampo da mesa. Cada dia se usa mais contratar para as crianças, uma atuação, um insuflável ou algo para que sejam divertidos e que, ao fim e ao cabo é uma festa para eles.
Os estabelecimentos grandes, com vários deleites à vez, de certeza que oferecem essas coisas porque “têm de série”, com o qual vai economizar dinheiro seguro diante da opção de que você tem que contrata-las de seu bolso. O que você gosta mais uma coisa íntima? Porque, por mais intimidade, mais exclusividade e, provavelmente, vai sair mais cara.
Lembranças, fotos e vídeos
Entramos agora com os brindes ou lembranças para os participantes, fotos, vídeos e outras coisas que são necessárias em uma comunhão
Para começar, desculpe por profissionais da fotografia ou do vídeo, mas com as máquinas que existem agora e sem ser um verdadeiro especialista, permitem guardar esses momentos para sempre. Se preferir despreocuparte do tema e contratar um bom profissional, ajustando-se ao máximo o custo e pede referências a conhecidos, já que há muito pseudoprofesional. Certeza que há um meio termo que lhe permita economizar algum dinheiro.
Para lembranças e presentes para as crianças e outras coisas, não esqueça que é um aditivo para o banquete. Se este é horrível como a lembrança que des e vice-versa. Acha que a gente recorda o momento e não dá para fim de contas.
Como conselho global que te posso dar é que, pergunte a conhecidos que tenham feito recentemente alguma comunhão ou evento similar, ou se lembra de como foi a última a que já tenha ido. Isso lhe dará ideias que poderiam ter passado por alto antes.
Quais são suas dicas para economizar em uma comunhão
Claro que você tem truques e dicas que não tenho comentado no artigo para economizar em uma comunhão. Ou, talvez, você não está de acordo com alguém que já comentado, assim, que aproveita a oportunidade e compartilhe com todos os seus conselhos.

Deixe um comentário