Como pagar menos luz

As contínuas mudanças nos preços fixados para a luz por parte das elétricas para aumentar lucros, embora nos faixa que é para reduzir o défice de tarifa, fizeram com que em menos de uma década estamos pagando um 81% a mais por nosso recibo da luz.

Mas após as últimas medidas propostas, nas quais o consumidor que tiver passa a ter menos peso na factura que a parte de montante fixo, faz com que se tenha que levar as coisas mais a sério.
Poupa na conta de luz
A primeira coisa que se deve levar em conta que por cada faixa de quilowatts que possua contratada terá custos fixos, ou sim, com independência do consumo de energia efetuado. Menos quilowatts de potência contratados, implicarão uma redução do custo da conta de luz que você pode obter.
Para economizar energia elétrica em toda a casa, uma das soluções que está gerando bons resultados é a organização de compras coletivas. As compras coletivas são baseadas em reunir o maior número de pessoas interessadas para negociar com as empresas de uma oferta especial para todo o grupo. Nós decidimos levar a cabo a ideia de organizar uma grande compra coletiva energia a que pode juntar-se e juntar-se a milhares de consumidores para pagar menos em suas contas de luz e gás.
Agora, cuidado com ficar curto com a potência contratada, já que ultrapassar a mesma bem implica cortes contínuo ou ter uma engenhoca na instalação, que ainda excediéndonos não produza cortes, mas claro está, essa potência que nos excedamos será, a um preço bastante mais o quilowatt que a que tínhamos contratado.
De acordo com um estudo de IDAE o consumo de uma casa média por ano em Portugal se situa nos 3.487 KWh. Tendo em conta esse consumo, a poupança de uma família em que a tarifa de último recurso (TUR) por descer um trecho da potência seria de 52,14 €/ano, por dois trechos 104,29 €/ano e, por três 156,43 €/ano.
Portanto, você deve ver que aparelhos você tem em sua casa, que potência possuem e como os utilizar. Se você tem aquecimento com acumuladores elétricos está claro que o problema se agrava porque dois ou três que tenha ligados à vez, faz com que se passe de potência em seguida.
Nesses casos eu recomendo que você coloque temporizadores neles. Este investimento é mais seguro do que as recupera a curto prazo pela economia de quilowatts consumidos, bem como o evitar excederte da potência contratada.
Lembre-se que a placa de vitrocerâmica, forno e máquina de lavar são os eletrodomésticos que mais consomem com o que se pensa cozinhar com estes aparelhos e ter os acumuladores de luz carregando, o mais normal é que “se omita ligações”.
Planifícate na hora de cozinhar quando não estiverem mais carregando os acumuladores, evite usar máquina de lavar louça enquanto cozinhas e esperar terminar para desligar esses eletrodomésticos etc.. Medidas racionais que significa que você vai planejar o uso seqüencial de os aparelhos que você precisa.
O que acontece se tiver uma segunda casa?
Geralmente, o uso dessas casas é para períodos de férias, passando o resto do ano sem consumo. Até agora, isso era o ideal, já que a parte do recibo do consumo era o que mais pesava enquanto que o fixo era um mínimo. Agora, ao subir a parte fixa, e baixar o preço por quilowatts consumidos, qualquer piso supõe uma quantidade mínima de despesa, se você usar ou não usar a potência contratada.
Meu conselho é que você olhe que a potência contratada possui e que o valor mínimo implica o tê-lo contratado. Se o fixo é muito elevado e só vai passar um mês por ano, ou pouco mais em casa, já pensou em cancelar e dar-lhe alguns dias antes de ir para passar suas férias para depois tornar a dar baixa?
A verdade é que as altas possuem um custo, mas pode ser que seja muito inferior ao de ter que pagar onze meses por ano, um montante fixo por algo que não se usa.
Alteração da potência contratada é a melhor medida que você pode fazer em relação ao novo sistema “imposto” para o cálculo de seu recibo da luz, já que, apesar de realizar um uso seletivo e racional dos aparelhos elétricos que você tem em sua casa, poupando ao máximo os consumos, pode até pagar mais por mês o recibo, já que o que se poupa por um lado ao ser eficiente se o banheiro, outro na parte fixa.
Quanto aos usos mais eficientes de energia que eu recomendo para baratear o recibo da luz, logicamente, muitos são de senso comum, não deixar acesas as luzes em salas vazias, manter constante a temperatura do lar, etc.
Reduzindo seu gasto em energia elétrica
E agora é a sua vez para colocar em prática estas dicas e compartilhar com todos como tem ido. Além disso, se você conhece alguns truques de poupança em electricidade, que não tenham aparecido no artigo comentánoslo nos comentários.

Deixe um comentário