Como evitar um calote com os empréstimos rápidos rápidos

Sempre antes de solicitar empréstimos rápidos rápidos, ou qualquer tipo de financiamento, é imprescindível garantir que teremos a capacidade suficiente para fazer face ao reembolso do capital mais os juros sem desequilibrar a nossa economia. Ter certeza antes de fazer o pedido é especialmente importante neste tipo de crédito, já que serão contabilizadas em um pagamento único e com um prazo que não costuma ultrapassar os 30 dias, algo que nos dá muito pouco espaço de tempo para se recuperar economicamente, no caso de que nos surja um imprevisto que nos impeça de reembolsar o empréstimos rápidos.
O que fazer quando solicitamos empréstimos rápidos rápidos e não podemos pagá-lo?
A grande vantagem dos empréstimos rápidos rápidos que permitem saber antes de fazer o pedido, o custo total do financiamento, segundo o capital e o prazo que escolhemos e tudo isso sem ter que introduzir nossos dados pessoais. Este simulador permite-nos ver de uma forma mais simples quando teremos que devolvê-lo e alterar o prazo de acordo com nossas necessidades, além de calcular qual será o esforço econômico que teremos de enfrentar quando termina o prazo.
No entanto, vamos imaginar que escolhemos uma data para o reembolso em que pensamos que já nos terão ingressado nossa folha de pagamento, mas tais rendimentos foram adiada, por qualquer motivo, e não temos a capacidade de lidar com o pagamento dos empréstimos rápidos rápidos que tenhamos solicitado. Nestes casos, para evitar cair em um calote, a melhor opção é solicitar uma prorrogação.
Credor Quantidade máx. Prorrogação Vantagem Me interessa

Krédito24 750 € 7, 15 ou 30 dias mais Aceita pessoas com ASNEF

Solicitar

Vivus 1.000 € Até 30 dias mais Primeiro empréstimos rápidos de até 300 € GRÁTIS

Solicitar

Créditomas 900 € Até 30 dias Até 300 € GRÁTIS para novos clientes

Solicitar
Como ajuda-nos a uma prorrogação com os minipréstamos online
A prorrogação é um alargamento do prazo de reembolso durante alguns dias mais. De acordo com a entidade, poderemos escolher 7,14 ou até 30 dias de prazo. De acordo com as regras de cada credor, poderemos ou ter poucos dias a mais para conseguir o capital necessário para fazer face ao reembolso ou ter que pagar uma parte dos empréstimos rápidos online e o resto, quando terminar o prazo da prorrogação.
Esta opção é muito mais barata do que simplesmente incorrer em inadimplência durante o mesmo período de tempo, já que, enquanto que com a imagem só pagaremos os interesses dos dias mais que utilizemos os empréstimos rápidos rápidos – que costumam ser semelhantes aos de prazo normal – enquanto que em um calote nos aplicados juros de mora mais altos e penalizações por incumprimento. Para vê-lo de forma mais clara, a seguinte podemos ver o quanto nos custaria um mesmo empréstimos rápidos de acordo com a opção que escolhemos:
Opção Crédito rápido Custo normal (1,1 % diário) Interesses de cada opção Total a pagar ao cabo de 15 dias

Prorrogação 100 € a 30 dias Total a pagar, ao cabo de 30 dias: 133 € Interesse de prorrogar 1,1 % diário 133 € 16,5 € =
149,5 €

Não pagamento de 100 € a 30 dias Total a pagar, ao cabo de 30 dias: 133 € Interesse de não pagamento de 1,5 % ao dia

Comissão de reclamação: 20 € 133 € 22,5 € 20 € =
175,5 €
Para solicitar uma prorrogação é importante que a instituição de empréstimos rápidos rápidos conte com esta opção e informar antes de que se esgote o prazo já que, se não é assim, o atraso no pagamento contará como um calote.

Deixe um comentário