Como é My Money Coach ING Direct, o consultor digital que você estava esperando?

Dizem os estudos que, em 20 anos, a metade das profissões que hoje você conhece desaparecerão pela robotização e o avanço da tecnologia. O que inclui, de acordo com os especialistas, os consultores financeiros tradicionais.

Há um grande rebuliço na banca tradicional, com isso a transformação digital e tecnológica dos serviços financeiros e o muito que podem mudar as coisas em pouco tempo.

Não lhes falta razão. Certeza que você já deve ter ouvido falar, já que isso que chamam de fintech. Algumas empresas de tecnologia, que prestam serviços em uma pequena parte do negócio ou do processo bancário e que lhe começou a dar muito medo dos bancos de sempre.

Entre esses cocos digitais que surgiram nos últimos anos, são os assaltos consultores ou assessores digitais. Que, basicamente, são algoritmos que processam um monte de dados e informações e se dizem onde investir o seu dinheiro.

De momento não representam uma grande ameaça para a forma de aconselhamento tradicional. De fato, podem ser quase até complementares. A chave é que ainda não houve ninguém que tenha sabido sintetizar o valor acrescentado que relata o tratamento de pessoa a pessoa na hora de atender as necessidades financeiras pessoais. Mas há pouco ING Direct lançou My Money Coach. Já o conhece? É este o consultor digital que você esperava?

Pessoalmente, creio que o ING deu o prego, ao lançar My Money Coach. Tanto no tempo como na forma. Apesar de eu ainda o vejo algo escasso de recursos, eu acho que o irã lustrando pouco a pouco.

Têm uma grande base de clientes e são os primeiros que se oferecem a possibilidade de receber atendimento para três questões que a todos nos preocupam, como são rentabilizar a poupança a médio prazo, poupar para comprar casa e economizar para a aposentadoria. E também fora aparte têm uma ferramenta para fazer orçamentos e metas de poupança e uma aplicação que lhe diz onde está a gastar o dinheiro.

A verdade que eu posso te dizer que o mesmo já vi algumas limitações em My Money Coach, achei algumas vantagens muito interessantes tanto para o AGENTE como para você como cliente.

Primeiro de tudo, você tem que saber que, para que se tornem uma proposta de investimento, o consultor financeiro tem que conhecê-lo muito bem. E se você ainda não se sabe se tem que perguntar um monte de coisas para fazer, algumas das quais, como não gosta de contar.

Não são muito íntimas que dizer, mas tocam temas financeiros que as pessoas e, certamente, você, pessoalmente, não gosto de comentar. Coisas como o quanto você ganha, se você gastar muito, onde você tem seu dinheiro e como está invertido. Que você tem dívidas. Seu estado civil, se tem pessoas a cargo, etc.

Informação necessária para poder fazer-lhe uma proposta de investimento em condições, mas que somos obrigados a revelar, porque é fazer um strip-tease financeiro.

Assim que, se por um lado se diz que o consultor financeiro tradicional não pode desaparecer, porque tem o conhecimento, a empatia e a confiança da pessoa. Mas, talvez, de um serviço como My Money Coach possa encurtar um pouco mais as distâncias.

Como há de tudo na vida e cada qual tem suas peculiaridades, de certeza que há quem prefira dizer estas coisas a uma máquina, antes que a uma pessoa, na intimidade de sua casa com um computador ou do telemóvel deslocar-se em qualquer parte do mundo. Para gostos, cores.

O que AGENTE conseguiu fazer ao tirar My Money Coach é sintetizar todo o processo do aconselhamento financeiro para três objetivoss de investimento específicos e fazer com que sejam os clientes a demanda, que se construam uma proposta de aconselhamento pontual de uma forma muito fácil e rápida. Com a consequente vantagem para ING que, sem pôr as mãos na massa, que cumpre todas as exigências da CMVM em matéria de aconselhamento.

Me fez graça ver em pdf para download da proposta personalizada de investimento, há mais folhas de termos e condições, que de explicação da proposta.

à parte, My Money Coach me pareceu uma ferramenta muito poderosa, porque começa de um só golpe muito fácil fazer algo que é muito complicado para os conselheiros que fazer no escritório. Assim ING só tem que se concentrar em divulgar e dar a conhecer o serviço de aconselhamento financeiro online. Tudo o que você pode fazer quando quiser, de onde quiser.

De todas as formas My Money Coach tem uma grande limitação. E é que como consultoria digital é feita no âmbito do aconselhamento dependente, só te vão oferecer seus produtos.

E apesar de que o questionário pode dizer-ING Direct o dinheiro que você tem em outros bancos, ações e fundos etc., essas informações fica em uma zona cinzenta, que, no final, pode fazer com que a proposta de investimento não seja de todo adequada. Porque se perde a visão global.

O dia que uma plataforma de distribuição de fundos ou um banco online ofereça um serviço como My Money Coach sob aconselhamento independente e 100% online ou operacional a partir de um dispositivo móvel, então é possível que estejamos perante o consultor financeiro online do futuro.

Mesmo que não estejamos tão longe. Parece que dentro de pouco tempo, teremos que associar o número do telemóvel a uma conta bancária e simplesmente sabendo o número de telefone de uma pessoa, você pode enviar voltas e receber dinheiro a partir do telefone. Por isso, não vejo que esteja tão longe um sistema aberto de aconselhamento global, baseado na operação móvel e Smartphone como eixo principal. O que você pedirías você a um serviço de aconselhamento online? Como você gostaria que fosse?

Deixe um comentário