5 microcrédito online que ajudam você a comprar para o seu pai o presente que você merece

Já só faltam nove dias para o Dia do Pai e muitos filhos sorrateiramente ainda não tenha comprado um presente para o seu pai. No entanto, em alguns casos, isso não se deve a um descuido, mas sim à falta de liquidez. Nestas situações, temos uma forma de conseguir um dinheiro extra para fazer face à despesa pontual que significa comprar um presente para o pai: ir a um emprestador de microcrédito online. No presente artigo vamos explicar quais os passos que devemos seguir para obter financiamento, por esta via e que precauções devemos tomar para não se endividar.
Como conseguir um dinheiro extra com um mini empréstimo online
Nosso pai nos gerou, nos criou e nos deu as chaves para andar pela vida sem tropeçar, assim, que a falta de dinheiro não é desculpa para não fazer-lhe um presente no próximo dia 19 de março. Especialmente porque, sempre que dispomos de rendimentos suficientes para o reembolso, podemos obter um dinheiro extra pedir um microcrédito, via Internet, para uma empresa de capital privado.
Vejamos como são os microcrédito online de várias das principais empresas do setor:
Credor Montante Custo de 100 € a 30 dias Me interessa

Kredito24 Até 750 € (também para novos clientes) 35 €

Solicitar

Vivus Até 1.000 € (300 € para novos clientes) 28 €
Primeiro empréstimo grátis

Solicitar

O QuéBueno! Até 900 € (300 € para novos clientes) 26,73 €
Com o código helpromo17

Solicitar

Creditomas Até 900 € (300 € para novos clientes) 30 €
Primeiro crédito gratuito

Solicitar

Cashper Até 500 € 38 €

Solicitar
Para conseguir um mini empréstimo online através de qualquer uma dessas empresas só temos que clicar no botão “Solicitar”, preencher o formulário online e seguir os passos indicados pela empresa. Depois de enviar o pedido, receber a aprovação praticamente instantânea (sempre que cumprir os requisitos, logicamente), e ele nos transfere o capital solicitado em cerca de 10 ou 15 minutos.
Não pedir um microcrédito pela Internet se…
Microcrédito online são produtos que podem nos vir muito bem, se precisamos de um dinheiro extra para fazer face a algum imprevisto pontual, como comprar um presente de última hora para o Dia do Pai, a pagar uma multa rapidamente ou pagar o custo de um recibo para evitar um descoberto em conta. No entanto, esses produtos também podem nos causar muitos problemas de endividamento e, se não as usamos com responsabilidade, assim, nunca devemos contratá-los nos seguintes casos:
Se é para uma despesa aplazable: se não precisamos de dinheiro com muita urgência, é melhor não endividar e esperar para receber nossas receitas.
Se não temos o dinheiro suficiente para devolvê-lo: nunca devemos contratar um desses produtos se não contamos com rendimentos regulares que nos permitam efectuar o reembolso ao tempo, pois, em caso de não pagamento nos aplicados juros e encargos de mora que encarecerían significativamente o preço do empréstimo.
Se temos em vigor outros microcrédito online: não é nada aconselhável pedir um mini empréstimo se ainda temos que devolver um desses produtos, pois poderia cair em uma espiral de endividamento muito perigosa.
Em conclusão, só é recomendável solicitar o microcrédito online, se precisamos de dinheiro urgentemente para cobrir qualquer despesa pontual e temos de rendimentos suficientes para o reembolso. Portanto, nunca devemos usar esses produtos como se fossem uma fonte de financiamento comum, já que podemos acabar seriamente sobreendeudados.

Deixe um comentário